POTENCIAL PARA USO DE PLANTAS ALIMENTÍCIAS NÃO CONVENCIONAIS COMO PROMOTORAS DE SOBERANIA ALIMENTAR

  • Ana Lúcia Hoefel Centro Universitário da Serra Gaúcha
  • Eduarda Pauli

Resumo

Nos últimos anos, especificamente no último ano, grandes turbulências, econômicas, políticas e sociais, têm ocorrido, a nível mundial. As plantas sempre fizeram parte da vida humana. São usadas como recursos alimentícios desde o início da existência da humanidade e representam uma atividade econômica para comunidades rurais, contribuindo para economia local e regional. Os sistemas agrícolas afetam a saúde humana e não são sustentáveis. Por outro lado, existem plantas que, ao serem consumidas não degradam o meio ambiente e promovem soberania e segurança alimentar. São as chamadas  “Plantas alimentares não Convencionais - PANCS”. Este estudo teve como objetivo avaliar e explorar o potencial das PANCs como alternativa alimentar para promoção de sustentabilidade e, em classes menos favorecidas, segurança alimentar e nutricional. 

Publicado
2021-07-27
Seção
Responsabilidade Social: desempenho socioambiental, economia inclusiva economia solidária