TRABALHANDO A SUSTENTABILIDADE ATRAVÉS DOS PROJETOS NORTEADORES ESCOLARES DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE BENTO GONÇALVES/RS

  • Ana Paula Paula Silveira FSG - Centro Universitário

Resumo

INTRODUÇÃO/FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA: Este trabalho buscou dar apoio pedagógico, visibilidade e um olhar avaliativo às propostas de projetos pedagógicos norteadores do ano de 2022 nas escolas da rede municipal de educação de Bento Gonçalves/RS. Com temática voltada à sustentabilidade e ao engajamento para com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), a fim de favorecer o cumprimento da Agenda 2030 proposta pela Organização das Nações Unidas (ONU), os projetos escolares têm sido uma estratégia que aponta para percursos interdisciplinares a serem percorridos pelas comunidades escolares da rede municipal de ensino, tendo em vista as exigências e desafios que as mudanças sociais e tecnológicas do mundo atual têm dirigido à educação. Considerando que o processo de aprendizagem precisa privilegiar atividades significativas, metodologias eficazes e conhecimentos inovadores, pensados a partir das necessidades do mundo contemporâneo, é fundamental que haja mudanças nos espaços de conhecimentos, com o envolvimento da comunicação, da informação e da formação integral propriamente dita, que permita o repensar da dinâmica do processo de ensino aprendizagem e, por conseguinte, uma mudança de padrão (SANTOS e LEAL, 2019). Para isso, a Secretaria Municipal de Educação de Bento Gonçalves, desde o ano de 2021, vem investindo em processos de acompanhamento pedagógico e formação de professores, colaboradores e equipes diretivas no âmbito da temática da sustentabilidade. Entendendo que, segundo Cézar-Matos (2021, p. 2), “um dos maiores problemas que limita a inserção da Educação Ambiental na escola é a falta de professores capacitados”, teve-se o cuidado de trabalhar a temática junto aos gestores, corpo técnico-pedagógico e professores. Ao acreditar que a sustentabilidade e o meio ambiente, quando trabalhados de forma contextualizada, por todos os professores, de todos os níveis educacionais e, partindo do pressuposto de que é possível aliar à práxis pedagógica os objetivos do desenvolvimento sustentável propostos pela ONU, este projeto teve como questão problematizadora possibilitar o desenvolvimento de práticas significativas, potencializando as aprendizagens e oportunizando aos estudantes a atuação cidadã, ao contemplar, de modo geral, o tripé da sustentabilidade: ambiental, econômica e social. As ações estenderam-se ao ano letivo de 2022, através da renovação dos projetos norteadores escolares anuais. MATERIAL E MÉTODOS: O primeiro ponto a ser trabalhado, foi os encontros com os gestores escolares e, posteriormente, com os supervisores e corpo docente, tratando da importância pedagógica dos projetos para a comunidade escolar e, principalmente, de informação relacionada ao meio-ambiente e à sustentabilidade no processo de aprendizagem dos alunos, de modo a mobilizar o engajamento dos envolvidos, desde o planejamento até a execução das ações. RESULTADOS E DISCUSSÕES: No decorrer do ano, os projetos norteadores escolares foram (re)construídos e discutidos, criando oportunidades relevantes de aprendizagem e mudança, incluindo participações de alunos em conferências, feiras científicas, encontros pedagógicos e mostras de trabalhos, realizadas, inclusive, nas próprias escolas. Ainda, as escolas apresentaram cases de sucesso resultantes dos projetos no Evento de Apresentação dos Projetos das Escolas Municipais 2022, entre os dias 24 e 27 de outubro. CONCLUSÃO: Considerando o processo transformador em andamento, em sintonia com as necessidades do mundo, entendemos que os temas sustentabilidade e meio ambiente ainda necessitam ser aprofundados no âmbito escolar da rede municipal de Bento Gonçalves, de forma responsável e estruturada, levando em consideração a Agenda 2030 da ONU. As experiências possibilitadas pelo Projeto evidenciam que significativas aprendizagens foram protagonizadas pelos estudantes, por seus professores e pelas comunidades escolares. As aprendizagens, compreendidas aqui como mudança de comportamento, envolveram possibilidades de atuar ante os desafios do mundo atual, de modo crítico e propositivo. Outro resultado a ser mencionado é a proposta de continuidade dos projetos norteadores em desenvolvimento no ano de 2023, que tomam a temática da sustentabilidade por um outro viés (relacionado aos espaços inteligentes em evolução), igualmente potente em termos de possibilitar experiências significativas e inovadoras de aprendizagem.

 

REFERÊNCIAS

CÉZAR-MATOS, Arlinda. A [i]maturidade da política nacional de educação ambiental no brasil e seus reflexos na implementação da política nacional de resíduos sólidos. 12º Fórum Internacional de Resíduos Sólidos. São Paulo, SP. 2021.

SANTOS, Dilce M.; LEAL, Nadja M. Pedagogia de Projetos: práxis pedagógicas como instrumento de avaliação inovadora no processo de ensino aprendizagem. Revista Internacional de Apoyo a la Inclusión, Logopedia, Sociedad y Multiculturalidad, vol. 1, p. 76-87, 2019.

Publicado
2023-07-31
Seção
FSG Bento Gonçalves - Gestão Ambiental Pública e Privada