GESTÃO DE DEJETOS NA SUINOCULTURA

  • gabriele casagrande Faculdade da Serra Gaúcha

Resumo

A sinergia One Health, baseada na clopularidade homem-animal-ambiente, surgiu pela primeira vez no final dos anos 1800, por William Osler, com o termo “One Medicine” (PELICAN, 2021). Com a missão de facilitar, orientar e apoiar integrações entre ambiente, humidade e animais, esta campanha, visa, por meios de ações interinstitucionais inovar práticas de integração sustentáveis, preventivas e inclusivas ao planeta e os que seres que nela vivem  (PELICAN, 2021). No Brasil, a história da suinocultura começou  por Martim Afonso de Souza em 1532, com a primeira expedição de colonização do Brasil, trazendo este animais oriundos de Portugal, como uma importante fonte de geradora de alimentos, tornando-se uma importante fonte econômica no início do século XX (20) (CARDOSO, 2015; ITO,2016). Atualmente essa fonte proteica é a primeira em consumo mundial, e vem ganhando seu espaço na setorização brasileira, com cerca de 4,983 milhões de toneladas de carne suína, 4º produtor mundial, segundo relatório da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) em  2023. Baseado na produção industrial, a agroindústria de suínos brasileira, tem mais de 500 postos produtores desta proteína animal, desenvolvendo uma abordagem colaborativa, frente aos conceitos de Saúde Única (One Health), aplicando em âmbitos locais e industriais técnicas nos ideias de responsabilidade socioambiental  (PELICAN, 2021). Dentre uma das técnicas temos o Programa ABPA de incentivo às práticas sustentáveis, ao qual visa a reorganização dos subprodutos desta cadeia produtiva, como o consumo hídrico e dejetos. A geração de resíduos durante a produção é inevitável, e fazem parte também do status sanitário presado e da abordagem de bem-estar procurada no âmbito global (PINTO, 2014). Desta forma, ferramentas de gestão eficiente para redução dos gases do efeito estufa produzidos e, gestão eficiente acerca da redução do uso de água e desperdício, foram criadas, especialmente visando a minimização da crise ambiental e de saúde pública em todo mundo ( PINTO, 2014), sendo assim, o objetivo deste trabalho é falar acerca da gestão de resíduos da agroindústria brasileira de suinocultura, com seus principais problemas ambientais e as formas mais utilizadas de tratamento desses dejetos no Brasil.

Publicado
2023-07-31
Seção
FSG Bento Gonçalves - Saúde Pública